Grupo M. Dias Branco

Apetite pelo futuro

Quando se trata do desafio de manter uma posição de liderança no mercado latino-americano de massas e biscoitos, o Grupo M. Dias Branco se concentra em soluções integradas e automação para qualidade e eficiência. O desejo do Grupo de impulsionar a indústria alimentícia do futuro permanece insaciável – assim como seu objetivo de manter sua reputação como produtor referência no continente.

O Ceará é um estado brasileiro reconhecido pela resiliência de seu povo, que constantemente enfrenta dificuldades de sobrevivência econômica e social, bem como pela beleza de seu litoral paradisíaco de praias belíssimas. No Ceará, outro tipo de onda além das do mar tem causado interesse, e é a exuberância da M. Dias Branco por oferecer prazer gastronômico na forma de delícias como massas e biscoitos. De um empreendimento comercial que emergiu como uma pequena padaria, essa “onda” causada pela M. Dias Branco tomou conta do Brasil, tornando-o um dos 10 maiores fabricantes de massas e biscoitos do mundo.

A M. Dias Branco Indústria e Comércio de Alimentos S.A., com sede em Fortaleza – capital do Ceará – é uma empresa de alimentos que fabrica, comercializa e distribui massas, biscoitos, bolachas, bolos, lanches, torradas, farinha de trigo, margarinas e gorduras vegetais. Com capital aberto desde 2006, a empresa vem crescendo organicamente e por meio de grandes aquisições, ajudando a posicionar o Brasil como o terceiro maior produtor mundial de massas, de acordo com a Organização Mundial de Massas.

Atualmente, o Grupo possui 15 unidades industriais nas regiões nordeste, sudeste e sul. Entre elas, sete moinhos que atendem à demanda de farinha de trigo para suas próprias unidades de produção, além de abastecer os mercados de atacado e varejo. Atualmente, é um dos maiores produtores de farinha do Brasil, com 60% da produção utilizada nas fábricas do Grupo e os 40% restantes distribuídos para padarias, outras indústrias e também para mistura de bolos e produção de farinha doméstica. Com mais de 14.000 funcionários, a receita líquida da empresa em 2018 foi de R$ 6 bilhões (aproximadamente 1,5 bilhão de francos suíços).

Parceria duradoura

Um empreendimento dessa magnitude só é construído com parcerias que agregam valor aos negócios. É exatamente o caso da cooperação entre a Bühler e o grupo M. Dias Branco, que existe há mais de 40 anos. Beat Weilenmann, Diretor de Vendas de Milling Solutions da Bühler, diz que a instalação do sistema automático de recebimento e movimentação da farinha para a fábrica de Fortaleza em 1978 foi o primeiro projeto entregue a M. Dias Branco. Ele lembra com satisfação: “Em 1992, colocamos em operação o primeiro moinho de farinha no Porto de Mucuripe, em Fortaleza. Naquela época, era a planta de processamento de trigo mais moderna da América do Sul. Ao longo destas mais de quatro décadas, inúmeras implantações foram realizadas em parceria, além da constante atualização das indústrias, sempre com o objetivo de melhorar a eficiência operacional e o aumento da segurança alimentar”.

Outro exemplo dessa sinergia pode ser encontrado na fábrica de biscoitos Piraquê, adquirida em 2018 pelo Grupo M. Dias Branco. Com uma fábrica instalada no estado do Rio de Janeiro, a Piraquê é uma das marcas mais queridas do mercado consumidor do sudeste (o maior mercado consumidor do Brasil) e a principal fabricante de biscoitos do estado. A aquisição da planta com tecnologia 100% Bühler e Haas foi um passo importante para a empresa manter e expandir sua liderança nacional, uma vez que o Grupo M. Dias Branco é o maior produtor de biscoitos do Brasil, segundo dados de mercado da Nielsen Consultants. “Nosso objetivo com a aquisição da Piraquê é refinar a produção com um foco crescente em qualidade, inovação e salubridade, pois estas parecem ser as principais tendências para o futuro. Além disso, nos permite oferecer produtos premium de maior valor agregado e preço, acelerando nosso crescimento nas regiões sudeste e sul e, assim, ajudando-nos a desenvolver marcas nacionais”, afirma Francisco Ivens de Sá Dias Branco Júnior, Presidente do Grupo e Vice-Presidente Industrial da divisão de massas, biscoitos, bolos, lanches e margarinas. E com a aquisição da Bühler em 2018 da Austrian Haas Group – uma empresa centenária e referência mundial em equipamentos especializados para wafers e biscoitos – surgiu outra grande oportunidade de expandir a parceria histórica com a M. Dias Branco. 

Jorge Botero, Diretor de Consumer Foods da Bühler South America, explica a relevância da integração de linhas de produção e a capacidade de oferecer soluções abrangentes e completas: “O portfólio do Grupo Bühler compreendeu a movimentação de matérias-primas, moagem de farinha, manuseio de ingredientes e mistura de matérias-primas. Com a aquisição da Haas, a cadeia de fabricação de biscoitos está agora totalmente integrada. A tecnologia da Bühler agora oferece todo o processo, incluindo dosagem, cozimento, conformação, rotação, espalhamento, corte e resfriamento. O produto final pode ser coberto com chocolate ou outros ingredientes de confeitaria. Isso significa que nosso portfólio está 100% completo e podemos cobrir toda a cadeia de fabricação de biscoitos com máxima sinergia e recursos otimizados”.

Botero acredita que isso dará à Bühler, e sobretudo a seus clientes, muito espaço para crescimento nos próximos anos. O portfólio 100% também significa que os clientes podem operar suas plantas com a eficiência ideal. “Nossos equipamentos, especialmente para os segmentos de biscoitos, podem oferecer uma redução de até 30% no consumo de energia e, para algumas aplicações, uma redução de até 200% nas emissões de dióxido de carbono e óxido de nitrogênio em comparação com as tecnologias convencionais”, explica Botero.

O Diretor Técnico de Operações Industriais do Grupo M. Dias Branco, Sidney Leite, vê uma grande promessa na fusão da Bühler e Haas no que hoje é o segmento de Consumer Foods da Bühler. “A Bühler e a Haas sempre foram duas empresas altamente respeitadas no mercado mundial. Elas são a referência em tecnologia, inovação e, acima de tudo, em qualidade. Acreditamos que essa fusão de negócios é benéfica porque forma um conjunto de soluções que se complementam, facilitando a implementação do projeto e reduzindo a complexidade da integração de sistemas,” explica Leite. “Esperamos uma segurança alimentar ainda maior, desempenho operacional e maior suporte para nossas demandas. Por exemplo, em termos de sustentabilidade, nosso objetivo é evitar a geração de resíduos, reduzir o consumo de energia e água e buscar fontes alternativas de energia”.

 

Bühler e Haas são referência em tecnologia, inovação e, acima de tudo, em qualidade.

Sidney Leite, Diretor Técnico de Operações Industriais, Grupo M. Dias Branco

 

Entre os principais desafios do setor de moagem estão a busca constante por maior eficiência energética e maior extração de grãos, tornando as operações cada vez mais sustentáveis. Francisco Claudio Saraiva Leão Dias Branco, Vice-Presidente Industrial responsável pela divisão de moinhos do Grupo, resume a parceria histórica: “Precisamos ganhar em volume e eficiência para nos ajustar aos preços cada vez mais ditados pelo mercado. Para este fim, sempre contamos com a Bühler para crescer com base no aumento da eficiência e qualidade”.

Em colaboração com seus clientes, a Bühler possui objetivos ousados. “Estamos comprometidos em dar o máximo de contribuição para alcançar nossas metas globais de reduzir desperdícios e o consumo de energia e água nas cadeias de valor de nossos clientes em 50% até 2025. Para isso, estamos continuamente realizando estudos em cada uma das plantas do Grupo M. Dias Branco para implantar inovações e soluções integradas”, explica Weilenmann.

Entre as usinas que operam com equipamentos da Bühler, a unidade de Rolândia, no Paraná, dedicada à produção de trigo, foi a primeira do grupo no sul do país. Foi criada para abastecer as fábricas de massas e biscoitos localizadas no estado vizinho de São Paulo. Este moinho é considerado o mais energeticamente eficiente do grupo, com 66 kW por tonelada métrica, e uma referência para uma das maiores taxas de eficiência operacional global, acima de 99%. Além do foco na excelência operacional, o que perpetua o desempenho do Grupo M. Dias Branco de maneira emblemática é a sua abordagem de gestão socialmente responsável. Do ponto de vista dos proprietários, a principal contribuição da empresa está no treinamento e desenvolvimento de seus funcionários e também das comunidades. O fortalecimento da força de trabalho do país é uma grande alavanca para a prosperidade. Um bom exemplo é a recente inauguração, em Fortaleza, da Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, entregue como presente à comunidade a ser gerenciada pelo Governo do Estado. Com capacidade para mais de 5.000 alunos por ano, a escola possui algumas das infraestruturas mais avançadas do país, compostas por cozinha de padaria, cozinha de confeitaria, cozinha básica, biblioteca, laboratório de informática, salas de aula, terraço para eventos e restaurante. O centro de treinamento oferece cursos básicos e profissionais de culinária, panificação e confeitaria, além de orientação para o desenvolvimento de produtos e projetos em laboratórios criativos.

Precisamos ganhar em volume e eficiência para nos ajustar aos preços cada vez mais ditados pelo mercado. Sempre contamos com a Bühler.

CLAUDIO SARAIVA LEÃO DIAS BRANCO, Vice-Presidente Industrial Divisão Moinho, Grupo M. Dias Branco

Garantir excelência com educação

Quando questionada sobre o principal desafio para o futuro, a administração da M. Dias Branco responde em uníssono: pessoas! É por isso que o grupo mantém uma universidade corporativa e uma escola técnica industrial. O objetivo de longo prazo da empresa é garantir a excelência na gestão do conhecimento para fornecer suporte sólido aos negócios e manter sua liderança no futuro. A Bühler também é parceira nessa frente educacional para treinamento técnico-industrial, fornecendo treinamento em várias tecnologias de produção com mais de 40 anos de desenvolvimento conjunto. Um exemplo recente é o curso frequentado pelas equipes da M. Dias Branco no final de 2019, focado em conhecimento técnico para aperfeiçoar crackers and wafers.

A impressionante trajetória do Grupo M. Dias Branco pode ser resumida em uma lição sobre como ser criativo, preciso e prático na administração de um negócio, sem nunca perder a coragem. O fundador foi o avô dos atuais administradores. Filho de humildes agricultores portugueses, Manuel Dias Branco imigrou para o Brasil no início do século passado com o sonho de iniciar seu próprio negócio. Tornou-se um lendário comerciante cearense, entrando no mercado de panificação com a inauguração da Padaria Imperial, na pequena cidade de Cedro e mais tarde na icônica Padaria Fortaleza, na capital, em 1936.

É claro que a família carrega em seu DNA uma iniciativa empreendedora que floresceu por três gerações. Começando com o pioneiro avô, Manuel; seguido pelo pai expansionista industrial, Ivens, que elevou a empresa ao nível que está hoje; e atualmente com seus dois filhos Ivens Júnior e Claudio, que demonstram a mesma perspicácia nos negócios.

Implícita à receita do sucesso do Grupo M. Dias Branco está uma filosofia compartilhada pela Bühler: a crença de que um crescimento sólido exige uma visão clara de um futuro sustentável e um forte compromisso com as pessoas e a educação.

Francisco Ivens De Sá Dias Branco Júnior, Presidente do Grupo M. Dias Branco
Content Block

Como podemos ajudar?

Sede


Gupfenstrasse 5
Uzwil
9240
Switzerland